quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Doompa, doompa, doompa dee doo

Eu sempre me considerei uma criança bem feliz, cheia de idéias e brincadeiras solitárias mirabolantes. Passava tardes travestida de francesa, falando sozinha palavras inventadas e jogando tênis com a parede da garagem - na minha cabeça eu era uma competidora profissional participando de campeonatos no Brasil. Também virava a bicicleta de cabeça pra baixo e "transformava" ela numa máquina de doces, sim, era só girar os pedais e plim, doces caiam na mão de quem estivesse por perto. Ok! Essa última brincadeira virou favorita depois que assisti pela 1a vez á Fantástica Fabrica de Chocolates. Me apaixonei pela história do Charlie e seu avô.

Na foto, Oompa Loompas mostrando que capricham no look terracota

Esse filme mora no meu coração desde então. Anos atrás surgiu a nova versão, mais colorida e menos engraçada. Não gostei muito, confesso, mas relembrar é viver e valeu os R$ 3,00 da locadora de dvd na época. O filme perdeu um pouco da poesia, mas ganhou o Johnny Depp como Willy Wonka e vamcombinar que por trás daquele pó iluminador todo e do cabelinho Donatela ele ainda é O Johnny Depp.

Zé Bob, cadê você?

No entanto, seja na primeira versão ou na segunda, algo sempre me inquietou: eu sabia que era um filme e que NUNCA encontraria o cupom dourado.

ATÉ... HOJE.

I found! I found the golden ticket!

Tks, Nicole! <3

2 comentários:

Holly disse...

HAHAHAHAHAHHA

preciso deixar registrado aqui que a autora desse post GENIAL é a mygusha. porque dels, só ela pra escrever isso =)

raisa disse...

A Nicole entrou numa vibe "metais". No lançamento de um filme ela estava com um terninho prateado digno de Star Wars.